Atitude anda de mãos dadas com a autoestima


O Migração em Debate foi parar em Schaffhausen. A convite de Diana Troxler, o Projeto trouxe mais uma vez o tema “Autoestima do Migrante”, dessa vez sob uma nova perspectiva. A pergunta que regeu a discussão foi: Como você conta a sua história? De uma forma leve e alegre ou pesada e com foco nos problemas?

A ideia de trabalhar o amor próprio pelo discurso sobre si mesmo é estimular as participantes a narrarem sua vida com mais entusiasmo e positividade. “A fase migratória é difícil para a maioria das pessoas, mas é preciso um olhar mais carinhoso para com o seu momento”, explica Graziela Velardo Birrer, aconselhadora psicológica e uma das organizadoras do Projeto.

“É importante pensar em como contamos nossa trajetória, como acontece essa narrativa. Muitas vezes, damos desnecessariamente mais ênfase aos insucessos e isso só traz desânimo”, conta Liliana Tinoco Bäckert, treinadora intercultural e também organizadora do Evento.

Para explicar de forma prática como pode-se levar a vida com mais leveza, foi passado para as participantes o vídeo das atrizes Ingrid Guimarães e Berta Loran, que falam sobre a importância do humor como arma e escudo.

A quinta edição do Projeto aconteceu no dia 11 de novembro.

Se você tem vontade de discutir mudanças ocorridas na sua vida desde que saiu do seu país, dê um like na nossa página e fique por dentro dos próximos eventos.

Entre em contato conosco: migracaoemdebate@gmail.com